Exposição: O Grande Espaço

3ª Temporada de Exposições 2015
29 de setembro a 29 de novembro de 2015
Exposição: O Grande Espaço
Artistas: Alessandra Mastrogiovanni

O Grande Espaço

Esta série é pautada na linha.

Arte como escolha de vida, o desenho é o primeiro amor!

Ao desenhar a figura humana, o interesse não está nas linhas externas, contornos, mas sim no que acontece por dentro do corpo. Construindo a partir do emaranhado de veias, músculos, pelos e ossos. Com traços nervosos, sem aparente início ou fim,as linhas vão construindo um esqueleto de arame, vazado, por onde o ar circula…

Os limites não são claros, as figuras se confundem com o espaço. Sem uma lógica própria, os desenhos nascem de pontos aleatórios que despertam o interesse do artista. Ora um dedo, ora um ombro,…

“Eu não pinto as coisas, eu só pinto a diferença entre as coisas. (Matisse)”

Desprovido da preocupação das proporções ou até da identificação do tema, o artista aqui se deixa guiar pelo estímulo que o objeto observado provoca! Como uma resposta mais neurológica e emocional! Desenhar desta forma é puro êxtase! É como mergulhar numa piscina escura cujo fundo não conhecemos!

Não há correções, não há oque julgar…É preciso alinhar a mão com o ver e o sentir…

Permitir se aventurar no desconhecido…O desenho é libertador!!

“Se sabemos exatamente oque vamos fazer por que fazê-lo?”(Picasso)

Por ser este trabalho extremamente gestual, a escolha do tamanho das telas está diretamente relacionada ao queo braço alcança. Proporcionando desta forma espaço suficiente para que o traço não seja interrompido. O embate é provocado, como um corpo a corpo, e a reconstrução do próprio eu acontece,!!

Se no projeto anterior(Expansão 2012)o assunto era a expansão, do micro para o macro cosmos, a necessidade de romper com os limites, desta vez oque se vê, é o convívio harmonioso entre os dois mundos!

Não existem limites a serem rompidos, pois a questão do limite foi transcendida…

Nasce o conceito do Espaço único, o Grande vazio…e a busca incessante do Homem em querer abraça-lo!

Sugerindo-o discretamente através de linhas amplas e finas, pela transparência acentuada pela quase ausência de cor. A luz que não gera sombras… e permeia tanto o interno quanto o externo, impedindo a massa sólida de se formar.

Apreciamos a leveza, elegância, harmonia e suavidade… é um convite para a observação e questionamento acerca desse Grande Espaço à nossa volta, que pode ser encontrado dentro de nós…

A artista

DSCN8043

DSCN8039

DSCN8040

Anúncios