Exposição: Estima ao Acaso

3ª Temporada de Exposições 2009
23 de setembro a 15 de novembro de 2009
Exposição: Estima ao Acaso
Artista: Ana Maria Lopes

Estima ao Acaso

Atenta as modificações estéticas da fotografia contemporânea, e seguindo influências da arte digital, Ana Maria Lopes, graduada em Artes Visuais pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, troca tintas e pincéis por câmera fotográfica e luz, e apresenta esta série abstrata denominada Estima ao Acaso.

O trabalho, em um primeiro momento, foi realizado a partir de várias seções de experimentações fotográficas, e utilizou a técnica denominada light paint – que, em tradução literal, significa pintura com luz.

Ao contrário do estilo mais comum – que consiste em mover uma fonte luminosa diante da câmera por um período de tempo –, Ana Maria Lopes optou por movimentar a câmera fotográfica na captura das imagens.

A partir de um feixe de luz, em uma sala escura, as imagens foram obtidas. Surgiram ao acaso, por meio de movimentos manuais com a câmera fotográfica, resultando em imagens ímpares, imprevisíveis – vez que os movimentos humanos, nesta arte, são irrepetíveis.

Em um segundo momento, ajustes e modificações foram feitos nas cores das composições, utilizando-se um software de edição de imagens.

Como a abstração consiste na fuga do real, e indo ao encontro do objetivo principal da fotografia abstrata – que é a captura de cores e padrões –, Ana Maria Lopes conseguiu criar composições fotográficas abstratas, harmoniosas e singulares.

As linhas, os movimentos, o jogo de luz e a alternância entre cor e forma, presentes nestas pinturas de luzes, instigam o inconsciente do espectador, seduzindo-o a dialogar com as possibilidades de interpretações que tais fotografias propiciam, que vão de um entrelaçar de ideias a uma reflexão em torno do que os movimentos de luzes podem remeter – criando, assim, uma experiência visual única e intensa.

Guilherme S. Castro
Bacharel em Artes Visuais

Anúncios