Exposição: A grande outra cidade

1ª Temporada de Exposições 2006
12 de maio de 2006 à 30 de junho de 2006
Exposição: A grande outra cidade
Artista: Alex Maciel

Alex Maciel, através da manipulação eletrônica de suas fotografias, cria um novo campo visual onde jogos de combinação de imagens são experimentados na organização das idéias do artista.

Na série de fotografias “A grande outra cidade”, título da exposição, Alex apresenta registros urbanos em situações irreais, quase que beirando o absurdo. São cenas reinventadas inicialmente a partir da paisagem arquitetônica de Campo Grande, e, após o acréscimo de outros elementos, podemos perceber concepções intrigantes na relação entre as formas representadas.

Em alguns momentos as imagens ficam fora de foco, completamente embaçadas, dificultando a visualização do que está representado e causando certa vertigem. Como a sensação de um estado de sonolência onde não conseguimos distinguir a autenticidade das coisas, uma espécie de experiência onírica.

Também é interessante notar a transposição de cenas conhecidas para lugares inusitados, como no caso da obra onde o Cristo Redentor aparece em cima de um prédio em construção. Ou então, podemos questionar a veracidade da cena na qual uma mulher aparece boiando, morta, no lago de um parque que compõe a paisagem bucólica da cidade. Provavelmente uma “Ofélia” dos tempos modernos.

A “grande outra cidade” de Alex Maciel é uma cidade de poucas verdades, onde confundir também é permitido. Um lugar de ambigüidades que remete a Lacan: “digo sempre a verdade: não toda, porque dizê-la toda não se consegue. Dizê-la toda é impossível materialmente: faltam as palavras”. Para a verdade de Alex as imagens soam como mentiras.

Rafael Maldonado
Curador do Museu de Arte Contemporânea de MS
abril de 2006

Anúncios